A queda de cabelo é um sintoma clínico. Como uma febre, existem mais de 2500 causas de queda de cabelo, desde intolerâncias e alergias alimentares, medicamentosas, cosméticas e a produtos de higiene pessoal, toxinas, parasitas, metais, desequilíbrios hormonais, fadiga crônica e até poluição eletromagnética.

Toda a vez que o corpo e acometido por algum dos fatores acima citados, ocorre o que chamamos de PRIORIZAÇÃO METABOLICA, ou seja, um fornecimento maior de vitaminas, nutrientes e minerais aos órgãos mais vitais em detrimento aos menos vitais como pele cabelo e unhas. Por isso, pequenas alterações nesses órgãos são sintomas precoces de desordens metabólicas que devem ser diagnosticadas e tratadas, para que sua consequência, a queda de cabelo, seja curada definitivamente.

A utilização de loções tópicas capilares, polivitamínicos, vasodilatadores somente tem efeito paliativo, como a utilização de um antitérmico para a febre, não tratando o fator causal, colaborando a camuflar a processos crônicos e progressivos, como por exemplo, um foco dental. A partir do momento em que o diagnóstico da causa da queda de cabelo é feito e tratado, a queda de cabelo cura consequentemente.





Terapias de Desintoxicação

Terapias que promovem mais de 1.800 tratamentos, desde remoção de metais tóxicos específicos, cargas parasitárias virais, bacterianas, fúngicas até otimização de funções metabólicas.

Terapias Bioxigenativas

Terapias baseadas na oxigenação do couro cabeludo e das camadas da pele com objetivo de destoxificação, normalização e reabilitação terapêutica dos sintomas como queda capilar, psoríase, aderência do couro cabeludo.

Indução de Colágeno

Procedimentos terapêuticos que promovem uma remodulação do colágeno cicatricial e a indução de um novo colágeno. Excelente na melhora do aspecto de cicatrizes, rugas, marcas de expressão e estrias.